quinta-feira, 9 de março de 2017

Políticos "doublê" insistem nas velhas "armas" do coronelismo e tentam intimidar a Mídia com processos na Justiça contra blogueiros; até quando

Não é nenhuma novidade se vê na mídia nacional e regional os velhos seguidores do coronelismo político empregando as mesmas práticas dos seus ancestrais quando se trata de ser radical no tocando a não aceitar que falem em seu nome sobre envolvimentos antiéticos e prepotentes usados nas campanhas eleitorais do Sertão Nordestino. Essa prática ainda bastante empregada no Sertão, e porque não dizer no Vale do Piancó, é usada como forma de intimidar aqueles que usam espaços transparentes para emitir suas opiniões. A Liberdade de Expressão não é reconhecida por esses "velhos" que insistem em está participando das questões políticas, mas usando as mesmas ideologias dos seus "heróis". Quantos jornalistas, especialmente essa safra nova de blogueiros, não foram trucidados por esses que não aceitam receber críticas? Eles quando não conseguem tirar a vida de alguém, recorrem a Corte Judicial, como forma de oficializar uma denuncia vazia, a fim de intimidar e cercear o direito constitucional da Livre Expressão do Pensamento.

Campanha para vereador
Fui prejudicado por essa pessoa que me processou criminalmente em plena campanha eleitoral, mandando vir até a minha residência, dois agentes da Polícia Civil, em uma viatura, chamando atenção de todos os moradores da rua onde resido. Isso me causou danos irreversíveis a minha candidatura, e em decorrência dessa atitude precipitada de um homem  rancoroso, cheio de ódio e que prega a ética e a moral e quer se exemplo na sociedade. terminou por mim derrotar numa campanha que eu poderia ter chegado a uma suplência. 

Relembre alguns casos ocorridos no Brasil nos últimos anos com relação a morte e processos a/de blogueiros:




Liberdade de expressão

A Declaração Universal dos Direitos Humanos (1948). O artigo XIX estabelece que "todo ser humano tem direito à liberdade de opinião e expressão".
Liberdade de expressão é o direito de qualquer indivíduo manifestar, livremente, opiniões, ideias e pensamentos pessoais sem medo de retaliação ou censura por parte do governo ou de outros membros da sociedade. É um conceito fundamental nas democracias modernas nas quais a censura não tem respaldo moral.

A liberdade de expressão é um direito humano, protegido pela Declaração Universal dos Direitos Humanos, de 1948, e pelas constituições de vários países democráticos.

Segundo o artigo XIX da Declaração Universal dos Direitos Humanos:

Em Piancó, o blogueiro/jornalista com registro na Delegacia Regional do Trabalho e na Associação Paraibana de Imprensa, que mais teve suas postagens questionadas por gestores e pseudo-políticos, foi Antonio Cabral (DRT-PB 3085). O mais intrigante é que quando estão a usufruir dos espaços no www.oblogdepianco.com.br todos tecem elogios falsos sobre o trabalho exercido pelo blog em questão. Agora quando você ousa a comentar sobre as atitudes de políticos que não são detentores de cargos públicos mas sonham em um dia chegar ao poder, ai não se aceita essa prática da crítica. Eles querem elogios, e de graça, para sua promoção pessoal.

Antonio Cabral foi processado por cinco vezes, apenas porque demostra independência nos seus comentários e matérias. "Bajular não é o meu feito", disse Cabral.

O mais recente episódio, no período da campanha eleitoral de 2016, envolveu o então candidato a vereador Antonio Cabral (PSD) que, por não aceitar "as propostas" que lhe foram oferecidas por um psudo-líder político, este usou de má fé, e acionou, criminalmente o jornalista, então candidato Antonio Cabral,  na justiça criminal. 

"Essa pessoa sempre usou do meu trabalho, sem pagar nenhum valor pelos serviços que lhe prestei, promovendo a sua imagem nas mídias a que eu tenho acesso. E hoje o que ganho, por não mais acreditar nas suas palavras e propostas, é um processo criminal (Procedimento Sumário) para, com certeza, ele vir a ter mais um espaço, através de Direito de Resposta, no blog que ora Edito. Bastava me pedir um espaço e eu estava pronto a ofertá-lo, mais uma vez", disse Cabral revoltando com tal atitude... Atitude de fracos, que sem ter argumentos, usam da Justiça para criar um cenário de Crime contra a Honra. "Mas que honra?".

O Procedimento Sumaríssimo, é um procedimento adotado para julgamento de infrações penais de menor potencial ofensivo, ou seja, quaisquer contravenções penais ou crimes cujas penas máxima em abstrato não ultrapassam 2 anos e a competência para o julgamento destes é do juizado Especial Criminal (JECRIM).

A LEI DA MORDAÇA NAS REDES SOCIAIS
O direito de liberdade de expressão é um direito fundamental, que se mostra como corolário da dignidade da pessoa humana, representando, de outra parte, fundamento necessário à sobrevivência do Estado.

Antonio Cabral (DRT-PB 3085)
OBlogdePianco.com.br