domingo, 19 de março de 2017

Justiça decreta prisão do ex-prefeito de Fagundes, Gilberto Dantas


Justiça decreta prisão do ex-prefeito de Fagundes, Gilberto Dantas

O Tribunal de Justiça do Estado da Paraíba (TJPB) determinou a expedição de mandado de prisão contra o ex-prefeito de Fagundes, Gilberto Muniz Dantas, em um processo em que ele foi condenado a cinco anos de reclusão em regime semiaberto, por crime de responsabilidade. O processo, movido pelo Ministério Público da Paraíba (MPPB), aponta o suposto desvio de mais de R$ 300 mil dos cofres público municipal. 

No final de fevereiro deste ano, a 2ª Câmara do Tribunal de Contas da Paraíba condenou o ex-prefeito, e seus dois filhos, Artur Risucci Dantas e Danielle Risucci Dantas pela prática de nepotismo e o exercício da profissão de advogado sem habilitação legal e o montante de R$ 46,9 mil, decorrentes de vencimentos como assessores jurídicos da Prefeitura.


Além do TCE, ele também foi condenado pelo Tribunal de Contas da União (TCU), desta vez, ele teria desviado verbas de um convênio celebrado com a Fundação Nacional de Saúde (Funasa) e acabou sendo punido com o pagamento de uma multa no valor de R$ 300 mil. 

De acordo com a investigação, a prefeitura realizou pagamento, mediante a emissão de cheques nominativos sacados da conta vinculada ao convênio, à empresa Prestacon – Prestadora de Serviços e Construções Ltda, que emitiu as notas fiscais e os recibos correspondentes, mas não executou as obras pelas quais foi contratada e paga.