sábado, 25 de março de 2017

Confusão: Câmara de Vereadores do Sertão tem dois presidentes

(Reprodução)
A eleição da mesa diretora da Câmara Municipal de Marizópolis, Sertão da Paraíba, terminou em pancadaria entre os dois principais concorrentes e seus aliados. De um lado, o vereador Derval Olímpio, que faz oposição ao atual prefeito. Do outro lado, Carlos José, vereador aliado à gestão municipal.

Os dois se autoproclamam presidente do Legislativo Municipal e a confusão só deve ter um desfecho na próxima segunda-feira (27) quando a Justiça deve emitir decisão sobre o caso.

Entenda o caso
Derval Olímpio foi eleito, num primeiro momento, presidente daquela casa legislativa. O seu concorrente, Carlos José, não aceitou o resultado e entrou na justiça pedindo novas votações, pedido acatado pelo magistrado que recebeu o pedido.

A sessão da nova eleição aconteceu na quarta-feira (21) e foi presidida por Deuzinho, vereador mais votado. Ele, entretanto, não teria aceitado a chapa de Derval Olímpio alegando que o opositor teria perdido o prazo para apresentar a chapa e declarou Carlos José como presidente da Casa.

“Fui eleito na primeira eleição da casa, mas o vereadores perdedores não aceitaram. Protocolamos nossa chapa um dia antes da eleição, como prevê a legislação, mas no dia da votação ele disse que não aceitaria nossa chapa. Ou seja, ele fez as próprias leis, daí começou essa bagunça toda. O problema é que ela não quer uma democracia, querem a presidência a força”, disse o vereador Derval Olímpio.

O vereador acusou Carlos José e seus aliados de atrapalhar a votação, inclusive escondendo cédulas de votação no bolso e levando a ata de frequência dos vereadores para casa. Derval Olímpio encaminhou vídeos onde seu concorrendo e os aliados estariam escondendo as cédulas de votação.



OBlogdePianco.com.br com MaisPB