quinta-feira, 16 de março de 2017

Concursados de Diamante voltam ao Ministério Público na luta pela regularização do certame

Por Redação da FolhadoValeOnline
Reprodução mediante Autorização da Fonte

Dezenas de candidatos aprovados no concurso da Prefeitura de Diamante voltaram ao Ministério Público de Itaporanga na tarde desta terça-feira, 14, em mais um passo na luta que travam para que a Justiça reconheça a regularidade do certame, que se encontra suspenso.

O concurso foi suspenso no dia 10 de novembro do ano passado por decisão liminar da Justiça de Itaporanga, que atendeu a pedido de candidatos não aprovados no concurso e que apontaram supostas irregularidades no certame para embasarem a ação contra o concurso.

Os candidatos aprovados recorreram da decisão da Justiça, que agora vai jugar o mérito da questão: eles contestam que tenha havido ilegalidades no concurso e argumentam que os denunciantes são figuras ligadas politicamente à atual gestão municipal, que não teria interesse de manter o concurso realizado pela gestão passada. “Prejudicaram o concurso por interesse somente político, mas espero que a Justiça veja toda essa armação que tanto nos prejudicou, por isso estamos aqui pela segunda vez e vamos continuar lutando por nossos direitos”, disse uma candidata aprovada e umas das presentes na Promotoria.
 
Nesta tarde, no Ministério Público, os concursados estavam acompanhados do advogado Marcílio Batista, que foi recebido pelo promotor de Justiça. Conforme o advogado, o promotor disse que, no começo da próxima semana, vai emitir o seu parecer no caso. “Fizemos a contestação da ação movida contra o concurso e agora é esperar o parecer do promotor e a decisão do juiz, mas o direito dos concursos é, no meu entender, excelente, e agora vamos esperar a decisão”, comentou Marcílio.