terça-feira, 28 de fevereiro de 2017

População pede Corpo de Bombeiros e Defesa Civil para a cidade de Piancó

A população do Município de Piancó, no Alto Sertão, pede há vários anos, a instalação de uma Companhia do Corpo de Bombeiros Militar na cidade. Além dos Bombeiros a população também faz ver a necessidade de uma Equipe preparada para as situações de desastres ambientais (Defesa Civil Municipal).

Contar com a sorte pra apagar incêndios é comum na Brasil. Segundo um estudo do Ministério da Ciência e Tecnologia, em parceria com o Instituto de Pesquisas Tecnológicas de São Paulo (IPT), apenas 14% dos 5570 municípios do país têm bombeiros. “Nós temos aproximadamente 4,8 mil cidades sem bombeiros. A situação é muito, muito crítica”, afirma o pesquisador do IPT José Carlos Tomina.

Segundo o estudo do governo federal, acontecem, em média, 200 mil incêndios por ano no Brasil. São mais de 500 por dia. Na Paraíba, são poucas as  cidades do estado, que têm bombeiros. E se acontecer um incêndio em um prédio, vai faltar um equipamento importante: a Corporação.

A Defesa Civil faz o monitoramento nas áreas de risco.  Na Paraíba, o Governo estadual tem a Defesa civil, que através de um sistema integrado  realiza o monitoramento de todas as localidades do Estado,  para acompanhar as precipitações climáticas  e as áreas que apresentam maiores riscos de eventos adversos.

A Secretaria Nacional de Proteção e Defesa Civil vem incentivando, em parceria com os Estados, a implantação de órgãos municipais de proteção e defesa civil responsáveis pela execução, coordenação e mobilização de todas as ações de proteção e defesa civil no município.

É de grande importância a criação de um órgão municipal específico que trate da gestão de risco e da gestão do desastre, porque é no município que os desastres acontecem e a ajuda externa normalmente demora a chegar.

É necessário que a população esteja organizada, preparada e orientada sobre o que fazer e como fazer.

OBlogdePianco.com.br