quinta-feira, 23 de fevereiro de 2017

Cássio visita obra da Transposição ao lado do ministro da Integração e do governador de São Paulo


Nesta quarta-feira, 22, o senador Cássio Cunha Lima integrou a comitiva do ministro da Integração Nacional, Helder Barbalho, que fiscalizou a parte conclusiva nas estações elevatórias do canal da transposição do rio São Francisco, EBV 5 e EBV 6, localizadas no município de Sertânia, em Pernambuco.

Também fez parte dessa visita de trabalho o governador de São Paulo Geraldo Alckmin, cuja ação de emprestar bombas de alta capacidade para a transposição está adiantando a chegada da água em território paraibano em pelo menos 30 dias.


De helicóptero, eles sobrevoaram toda a extensão do canal no seu eixo leste e desceram no reservatório de Copiti, que está recebendo a água do São Francisco. Também estiveram na estação EBV 5 e na EBV 6 - esta, a última estação elevatória do eixo leste, já que, a partir dela, todo o transporte da água se dará por gravidade.

Conforme o senador Cássio Cunha Lima, a previsão é de que a água chegue em Monteiro no próximo dia 5 de março e já no dia 6, com a presença do presidente Michel Temer, a obra seja oficialmente inaugurada, restando apenas a sua chegada até o reservatório Epitácio Pessoa, em Boqueirão, que abastece Campina Grande e mais 17 cidades do compartimento da Borborema.

Eixo Norte – Cássio lembrou que apenas o lote 2 da obra da transposição, no eixo Norte, está paralisado por desistência da empresa que estava executando a obra, mas garante que até o mês de dezembro essa situação também estará solucionada definitivamente para resolver também a escassez de água no alto sertão paraibano.

“Outro compromisso do presidente Temer, cujo projeto está em andamento, é o ramal Piancó – Coremas, que vai regularizar o abastecimento do nosso maior manancial”, afirmou o senador.


Fonte: Repórter PB