quarta-feira, 22 de fevereiro de 2017

Bancos deverão ter segurança armada em todos os terminais da Paraíba

Nova lei sancionada pelo governador Ricardo Coutinho impõe, entre várias condições, novidades que os bancos deverão cumprir na área de segurança para que não sejam punidos

O governador da Paraíba, Ricardo Coutinho (PSB), sancionou a lei que regula a segurança de bancos, terminais bancários, caixas eletrônicos e carros-fortes. Há várias situações que já são aplicadas, mas há algumas novidades, como a obrigação das instituições de manterem seguranças armados em terminais de atendimento por todo o horário de funcionamento.

Os bancos devem ser responsáveis pela segurança de todos os seus caixas eletrônicos; ter sistema de segurança padronizado para todas as agências e terminais; contratar vigilância de empresa que seja especializada, com equipe própria, capacitada por curso específico autorizado pelo Ministério da Justiça e com parecer favorável para funcionamento, emitido pelo mesmo ministério.

A publicação está assinada pelo governador na edição deste sábado (18) do Diário Oficial do Estado e os bancos serão comunicados pela Secretaria de Segurança para que se adequem às novidades em até 90 dias.

Entre as medidas previstas para punir bancos que não cumprirem a lei, estão advertência; aplicação de multa de até R$ 10 mil UFIRs (cerca de R$ 460 mil); suspensão temporária de atividade; cassação de licença de funcionamento.

Em julho de 2016, quando um terminal foi atacado no Bessa, em João Pessoa, e os bandidos - nunca presos - fizeram reféns no meio da rua, o governador Ricardo Coutinho defendeu a ação da Polícia Militar - que acompanhou a ocorrência, mas não interviu para que não houvesse mortes - e disse que os crimes ocorriam por culpa dos bancos.

Até este sábado (18), o Sindicato dos Bancários da Paraíba registrou em 2016 105 crimes contra bancos, sendo 64 explosões, três assaltos, 31 arrombamentos, quatro tentativas de crimes e três saidinhas.



OBlogdePianco.com.br
Fonte: Portalcorreio